Subscribe Now

Trending News

Quer saber quais são as tendências tecnológicas para 2019?
Tecnologia

Quer saber quais são as tendências tecnológicas para 2019?

O crescimento da capacidade de internet, aliado à popularização das tecnologias, permite que pessoas e empresas consigam ter acesso a tendências tecnológicas que até pouco tempo eram restritas a um grupo seleto de corporações.

As soluções da computação em nuvem, com os seus modelos de serviço, infraestrutura, plataforma, softwares e outras tecnologias do escopo do XaaS — tudo como serviço —, dão a oportunidade para que gestores competentes e que têm um planejamento estratégico consigam obter resultados incríveis em suas empresas. Para aproveitar as melhores oportunidades, os gestores precisam estar antenados com as tendências tecnológicas.

Explicamos algumas abaixo. Boa leitura!

Edge Computing

Os serviços disponibilizados pela computação em nuvem têm possibilitado que as empresas virtualizem toda a sua infraestrutura. Esse movimento de migração de sistemas faz com que haja uma sobrecarga de requisições ao cloud.

A tecnologia Edge Computing, ou computação de borda, em tradução livre, traz as requisições para um ponto fisicamente perto da máquina que está fazendo as solicitações. O objetivo aqui é reduzir o tráfego e a latência, garantindo respostas mais rápidas e mantendo a disponibilidade do sistema, o que para uma empresa representa maior produtividade.

O Edge Computing não vem para acabar com a nuvem, mas dividir a carga, deixando as requisições instantâneas na borda e enviando para a nuvem os dados que serão processados posteriormente, com o objetivo de emitir relatórios e formar indicadores de desempenho.

Dark Data, a outra face do Big Data

Se já não bastasse a enorme gama de informações que estamos produzindo a cada segundo em nossas redes sociais, blogs, YouTube e outros meios, os objetos também estão conectados à web e produzindo informações, que podem ser estruturadas e utilizadas estrategicamente pelas empresas a fim de se destacarem em seus mercados de atuação.

Big Data é o impulsionador da gestão orientada a dados, processo que consiste em análises preditivas para identificar tendências de mercado, anseios de consumidores e aceitação de produtos, além de possibilitar a prevenção contra ameaças de invasão ao sistema. Mas, e os dados que não são explorados nessas análises?

Para que seja aproveitada toda a potencialidade dos dados, outra tendência que deve ganhar força neste ano é “Dark Data”, os dados descartados nas análises de tomada de decisão. É preciso entender que qualquer dado inexplorado pode ser uma oportunidade perdida.

Novas Aplicações do Blockchain

Quando ouvimos o termo “Blockchain”, a primeira coisa que nos vem à cabeça é “Bitcoin”, não é? Fique sabendo que essa tecnologia já está sendo explorada para além das criptomoedas. O objetivo é aproveitar os seus principais atributos — descentralização e a autorregulação — e direcioná-los para entregar resultados interessantes às empresas e órgãos públicos.

Entre as principais oportunidades que o Blockchain oferece são: controle logístico, em que todas as movimentações são mapeadas; contratos automáticos, sem a necessidade de cartório ou de outras burocracias; velocidade em transações e outras aplicações. São inúmeras soluções que poderão ser utilizadas pelas corporações com o objetivo de aumentar a produtividade e diminuir gargalos burocráticos.

Machine Learning como impulsionador da transformação digital

Machine Learning, ou aprendizado de máquina, é uma das tendências tecnológicas mais promissoras e que certamente continuará se aprimorando em 2019. O objetivo é cada vez mais aproximá-la da capacidade de tomada de decisões humanas.

Essa tendência já está sendo absorvida pelas indústrias em seu processo de transformação digital, com automatização de tarefas repetitivas e burocráticas, liberando os colaboradores para se dedicarem a tarefas estratégicas. Além disso, gera uma demanda enorme por profissionais qualificados.

A previsão para os próximos anos é a geração de empregos a fim de suprir essa demanda — engenheiros, desenvolvedores, cientista de dados e pesquisadores.

No cenário atual, não há mais como as corporações fugirem da transformação digital. É necessário fazer avaliações sobre os impactos das tendências tecnológicas, para que sejam identificadas quais se adéquam à estratégia de cada empresa. As corporações que explorarem tanto a imensidão de dados quanto as ferramentas autônomas da melhor forma ganharão um grande potencial de mercado.

Gostou do post? Então assine já nossa newsletter e receba em primeira mão as nossas novidades.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *