Subscribe Now

Trending News

A Transformação do Mundo e do Marketing na Era dos Dados
Marketing

A Transformação do Mundo e do Marketing na Era dos Dados

No dia 12 de Dezembro, tivemos o prazer de assistir ao Summit: “A Convergência do Marketing com Dados” da ABEMD (Associação Brasileira de Marketing de Dados).

 

O palestrante Antonio Rosa Neto, diretor da Associação, soube unir sua vasta experiência de mercado ao seu jeito didático cheio de humor para ilustrar a transformação que os dados vêm trazendo ao mundo e, consequentemente, ao Marketing.

 

DATAÍSMO

Ele começou mostrando a linha do tempo do Universo dentro de 24 horas, relativizando a vivência do ser humano a 2 segundos – estamos apenas no início de muitas mudanças.

Mostrou, que, segundo o Dataísmo, o universo nada mais é que um fluxo de dados.

Dataísmo é uma espécie de nova religião cuja verdade se apoia em dados – fatos reais – e as principais ferramentas são a internet e o smartphone.

Antigamente, baseávamos nossos conhecimentos nas religiões e perguntávamos aos professores e familiares para saber alguma informação. Agora, recorremos ao Google, redes sociais e aplicativos para basear nossas decisões, como:

  • A receita do pão de ló, baseado no vídeo feito ao vivo no Instagram,
  • A melhor hora para sair de casa, a partir da projeção do trânsito em tempo real
  • A roupa para usar, dependendo da previsão meteorológica.

O Dataísmo faz ruir a barreira entre animais e máquinas com a expectativa de que os algoritmos eletrônicos decifrem e superem os bioquímicos.

O apresentador conclui: “Tudo isso abre uma caixa de possibilidades ainda desconhecidas. Isso não significa que vamos ter uma guerra com os robôs.”

 

NOVO CICLO DE NEGÓCIOS, RELACIONAMENTO E VENDAS

Uma das consequências que já estamos vivenciando são as novas possibilidades no mundo dos negócios.

Alguns anos atrás, o ciclo de vendas era muito mais longo, pois contava com 3 ou mais canais:

O anúncio era feito no rádio ou na TV, o relacionamento era por telefone ou cartas e a venda era efetivada na loja física.

Agora, em um único canal se comunica, se relaciona e se vende. A interação é muito mais rápida e dinâmica.

Em um próximo passo, os próprios robôs farão a decisão através de Inteligência Artificial – se acabar a manteiga na geladeira, a compra por mais será processada automaticamente.

 

CONVERGÊNCIA DAS MÍDIAS

As empresas precisam acompanhar as transformações digitais para sobreviver.

Antonio demonstrou com dois exemplos:

  • O Grupo Globo se reinventou para estar presente em todos os canais digitais e alcançou o recorde de 100 milhões de usuários únicos;
  • O Grupo Abril negociou o pagamento de 8% da sua dívida em 18 anos e está planejando o fechamento de 8 revistas.

Tudo em nossas mãos a partir da tecnologia.

Outra evidência desse movimento no Brasil foi o alto consumo online no Black Friday, sendo quase 17% realizado pelo celular. Até 2024, estima-se que 40% da população mundial irá ter acesso ao 5G. Tudo poderá ser feito em nossas mãos. Dados são registrados a todo momento com as utilidades dos celulares, como a câmera.

Por isso, é preciso também estar atento e reagir rapidamente para não repercutir uma imagem negativa da marca, como foi o caso do Carrefour com o vídeo do segurança que agrediu e matou a cachorrinha no estacionamento.

A viralização do acontecimento nas redes sociais em poucas horas pressionava por uma atitude. A empresa pecou por demorar para se posicionar – diante da velocidade dessa Geração, que fica cada vez mais rápida e cada vez mais liquida.

O palestrante exemplificou a “sociedade liquida” com o fenômeno das eleições, que gerou conflitos e provocou muitos unfollows. E da mesma forma que as eleições causaram muitas polêmicas na internet, a internet impactou fortemente nas eleições. O presidente eleito, Jair Bolsonaro, seguiu os passos de Obama e Trump, utilizando os dados e as novas mídias a seu favor.

 

O USO DA TECNOLOGIA PARA OS NEGÓCIOS

O diretor da ABEMD comentou como as organizações também devem aproveitar os benefícios da tecnologia para suas estratégias, citando algumas que já o fazem:

  • Chatbot

Os chatbots vieram para revolucionar a forma de relacionamento e atendimento das empresas. Contam com diversas lógicas para respostas imediatas e automáticas e ainda por cima sem o risco de serem mal-educados, como brincou Antonio.

O sistema de chatbot da Magazine Luiza, através de Deep Learning, aprende a entender a linguagem natural, gírias e até erros de ortografia para atender o cliente no pós-venda com integração direta aos dados da empresa, sem necessidade de interface humana.

  • Big Data

Big Data é a análise e a interpretação de grandes volumes de dados de grande variedade. A ITB, por exemplo, oferece soluções específicas de Big Data a partir de algoritmos e bots que estruturam grandes números de informações para que profissionais de diversas áreas usufruem dos dados com mais rapidez e facilidade.

Humanos e Robôs trabalhando juntos.

  • Inteligência Artificial

As máquinas não param de aprender e já ganham jogos de xadrez contra campeões. Essa foi a experiência do Deep Blue da IBM, que após uma derrota aprendeu as estratégias para vencer Garry Kasparov, então campeão de xadrez por 12 anos consecutivos.

Ao contrário do cérebro humano, os algoritmos conseguem fazer milhares de simulações e cruzamentos de informações em poucos segundos, estabelecendo uma relação entre elas – o que está dando abertura para uma nova tendência, o XAI – Inteligência Artificial Explicável, que busca o acesso e entendimento a lógica utilizada pela IA em suas respostas e conclusões.

 

LGDP

Com toda a revolução dos dados veio junto a necessidade da regulamentação do manejamento deles.

A GDPR da Europa já entrou em vigor esse ano e pressionou a definição da lei brasileira, vigente a partir de 2020. Entenda mais sobre a LGDP com o webcast do advogado Paulo Perrotti, especialista em direito digital.

Antonio ainda comentou a possibilidade de criar um certificado da ABEMD para empresas de acordo com a nova lei. A Associação acompanhou de perto as definições e aprovação da regulamentação.

No site deles, é possível acompanhar todas as novidades referente ao tema de Marketing e Dados, além de seus eventos e palestras, já que o objetivo deles é apoiar as empresas nessa Transformação.

 

Nós, da ITB, como associados e uma empresa de fornecimento de dados, estamos antenados e compartilhamos com os nossos leitores também sobre dicas do uso da tecnologia para os Negócios.

 

Em um mundo onde tudo muda toda hora, precisamos nos manter informados e nos renovar sempre.

Inscreva-se na caixa ao lado para receber o nossa Newsletter mensal =D

 

*Esse artigo foi escrito como um resumo e interpretação do evento e não expressa diretamente as opiniões e palavras do Antonio Rosa Neto e da ABEMD.

 

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *